4.4.14

Capítulo 26

Os raios de sol adentravam a janela iluminando toda a sala onde os acordes do piano acompanhavam a canção de ninar. Era um dia maravilhoso, fresco e cheio de nuvens no céu. Os dedos ágeis tocava cada tecla do piano sobre o olhar maravilhado do pequenino. Sorriu para o bebê e voltou a tocar o piano enquanto cantava perfeitamente.
   - Mamãe te ama, nunca se esqueça disso. - Pegou o pequenino no colo e o beijou. - Vamos procurar o papai? - A cada dia que se passava aquele pequeno crescia mais um pouquinho, Dan ofereceu um sorriso babado para Demi quando ouviu o nome do pai, estava mais esperto do que nunca. Demi o pegou do carrinho e caminhou com Dan no colo até a outra sala de música que ficava do outro lado da casa.
   - Cara, acho que o tom da música fica melhor em Mi.  - Dizia Nick enquanto rabiscava alguma coisa no papel. Os três irmãos olharam para a porta que se abriu ao mesmo tempo mostrando a garota com o bebê de olhos verdes no colo.
   - Ér, oi. - As bochechas coraram e ela desviou os olhares masculinos e fitou o pequenino. - Nós podemos ficar aqui? - Disse sem graça. Os meninos sorriram e Demi se aproximou encostando a porta.
   - Demi, posso pega-lo? - Nick fez um biquinho fofo enquanto brincava com os cabelos de Dan e Demi assentiu rindo. - Vamos tocar bateria pequeno. - Pegou Dan no colo e o levou para bateria.
   - Você está muito cheirosa. - Sussurrou no ouvido dela enquanto a abraçava por trás. O leve perfume de rosas o deixava completamente inebriado. - Está linda. - Joe afastou os cabelos dela os deixando no ombro esquerdo e depositou beijos quentes no ombro nu marcado apenas pela alça do vestido e no pescoço.
   - Como está o patinho? - Perguntou Kevin enquanto observava Dan no colo de Nick.
   - Obrigado por comprar outro Kevin, Dan não desgruda dele. - Demi sorriu ao ver o pequeno. Nick bateu na caixa e Dan se assustou, mas depois gargalhou gostosamente. Bateu no bumbo e o bebê olhou para o tio sorrindo. Levou as mãos até a caixa e começou a bater sem ritmo algum.
   - Dan, olha aqui. - Nick o segurou no colo e Dan observou as baquetas orientadas por Nick baterem na caixa tocando um pequeno solo simples. - Tenta segurar. - Nick o ajudou a segurar as baquetas, mas as mãozinhas de Dan eram pequenas demais, acabou deixando uma das baquetas caírem e depois gargalhou.
   - Acho que ele vai gostar mais de guitarra. - Kevin aproximou-se de Nick e Dan.
   - Você acha que ele tem talento para música? - A voz de Joe a fez despertar do transe, observou o pequeno com os tios que insistiam em ensinar pelo menos um ritmo para o pequeno que apenas ria das baquetas que caíam frequentemente no chão.
   - Acho que é cedo demais, ele só tem nove meses. - Disse ainda entretida com o pequeno.
   - Claro. Está ansiosa para a viagem? - Desde o dia que estiveram na casa de Denise o tempo pareceu levar uma eternidade, os dias se arrastavam e só piorava por conta do calor de Los Angeles, na quarta-feira chegara a marca trinta e oito graus.
   - Estou. Acho que vai ser bom para nós. - Comentou. Joe a virou ficando de frente com ela e acariciou-lhes o rosto.
   - A cada dia que se passa eu me apaixono mais por você. - Definitivamente Joe era uma caixinha de surpresas. Demi desviou o olhar dele e sorriu, abaixou a cabeça e depois a ergueu para fitá-lo. Joe sorria para ela, Demi o abraçou pela nuca e selou os lábios aos dele carinhosamente.
   - Umm.. Eu te amo. - Deu-lhes um selinho demorado nos lábios e partiu o beijo. Pelo jeito Nick e Kevin estavam alheios a eles, Dan apenas ria das coisas caindo e do barulho da bateria. - Ele está se divertindo. - Disse enquanto observava o filho.
   - Ele parece gostar. - Dan parecia super animado, bateu na bateria e depois olhou para Kevin sorrindo.
   - Vamos. - Demi o puxou para que eles pudessem ver o bebê "tocar" bateria. - Bebê, já chega de tocar bateria. - Dan olhou para Demi e tentou falar alguma coisa, mas tudo saia tão embolado. Ergueu os braços e Demi o pegou no colo. - Está com fome meu amor? - Dan encostou a cabeça no ombro de Demi e ficou a brincar com os dedos do pai, envolvendo-os com sua pequena mão.
   - Eu estou! - Joe respondeu por Dan, e Kevin e Nick levantaram a mão. - Vamos para cozinha garotos. - Disse rindo. Na frente caminhava Demi com Dan no colo e logo atrás os irmãos. Trocavam socos e cochichos, mais pareciam meninos do que homens casados. - Joe, segura Dan para mim. - Demi beijou a bochecha do pequeno e o entregou para o pai. Logo viu Dan apontar para a cadeirinha dele onde estava o patinho junto com a manta e a chupeta.
   - Hambúrguer? Torta ou bolo? - Apoiou os cotovelos na ilha da cozinha e os três responderam em únisom. - Ok. - Disse rindo. Pegou tomate e alface, queijo, presunto e carne de hambúrguer na geladeira. Os pães e ovos no armário. Logo começou os preparar.
   - Precisa de ajuda? - Perguntou Nick se aproximando. Nick estava tão diferente de alguns anos atrás, estava forte, mais forte que Joe e incrivelmente sexy.
   - Umm.. Vocês já decidiram o que vão beber? - O olhou rapidamente e voltou a preparar os hambúrgueres.
   - Acho que suco natural seria legal. - Comentou enquanto coçava a nuca. Nick era diabético, atividades físicas eram essenciais para ajudar a manter os níveis de açúcar no sangue controlados, por isto ele costumava manter atividades físicas e uma dieta longe de açúcares.
   - Que tal um suco de laranja? - Nick sorriu assentindo e sentou-se no banquinho do balcão da cozinha perto de Demi, ela era sua melhor amiga. - Está se cuidando? - Perguntou enquanto lavava as frutas.
   - Estou. Miley não me deixa fazer nada, ela cuida de mim. - Ele corou levemente quando Demi o olhou sorrindo. - E eu também estou me exercitando. - Riu sem graça.
   - Isto é bom. Você tem que se cuidar, nós queremos te ver bem. E saudável. - Demi tornou a sorrir para Nick enquanto batia as laranjas no liquidificador.
   - Você também está se cuidando? - Praticamente sussurrou e Demi assentiu balançando a cabeça positivamente. Não fazia mais aquilo.. Mas pensara em o fazer novamente.. - Isto é bom. - Os dois riram, Nick era fofo, e na maioria do tempo tímido e envergonhado.
   - Vai se sentar com seus irmãos e seu sobrinho Jerry, já vou servi-los. - Nick riu e fez como ela mandou. - Rapazes, se comportem. - Disse antes de servi-los.
   - Dan está com sono. - Joe estava com o pequeno no colo, ele estava sonolento e cochilava nos braços do pai.
   - Vou levá-lo para o quarto, daqui a pouco eu desço. - Demi pegou o pequeno no colo e subiu as escadas para levá-lo para o quarto e amamentá-lo antes que ele dormisse.


...

   - Isso é tão legal. - Demi estava sentada na bancada do  banheiro vendo Joe se barbear.
   - É sim. - Ele olhou rapidamente para as coxas nuas e quase se cortou. Como sempre, ela vestia uma de suas enormes camisas branca e uma box da mesma cor.
   - Joe.. - O chamou toda manhosa. Joe parou de se barbear para olha-la. - Quero te barbear. - Joe arqueou as sobrancelhas e riu.
   - Não senhora. - Demi revirou os olhos.
   - Por quê? - Perguntou indignada, não aceitava um "não". 
   - Você sabe barbear? - Perguntou a olhando e Demi assentiu. - Quantas barbas você já fez Demetria? - Joe tinha um sorriso divertido nos lábios, aquele que ele só usava para pirraça-la.
   - Tudo bem! Eu não sei barbear. - Demi cruzou os braços e fitou qualquer outra coisa.
   - Eu não estou fazendo a barba bebê, mas prometo que quando eu for tirá-la deixo você o fazer. - Demi sorriu de orelha a orelha e só não o beijou por conta do creme de barbear que tomava conta do rosto dele.
   - Estou ansiosa para a viagem. - Demi prendia os cabelos em um coque frouxo e Joe não pode deixar de olhar para as pernas e os mamilos marcando a camisa. - Só estou preocupada com Dan, no meu livro de bebês diz que nesta fase eles não gostam de viajar, normalmente estranham o ambiente ou as pessoas. - Demi pensara no pequeno que dormia a pouco mais de duas horas. Ele estava bastante cansado depois de passar a tarde brincando com os tios.
   - Ele vai ficar bem, nós vamos estar lá. - Disse enquanto lavava o rosto.
   - Vou esperar na cama. - Demi deu um selinho nos lábios de Joe e foi se deitar. Não demorou muito para ele aparecer apenas de box e se deitar ao lado dela.. 
   - Oi. - Joe sorriu quando Demi se encolheu debaixo das cobertas deixando apenas o rosto de fora.
   - Oi. - Ela disse rindo. Aos poucos Joe foi se aproximando sem deixar de sustentar o olhar divertido de Demetria.
   - Posso me deitar com você? - Joe acariciou o rosto de Demi e arqueou a sobrancelha quando ela negou. - Deixa.. Por favor. - Sussurrou no ouvido dela e Demi sentiu aquele frio na barriga. Joe mordeu o lóbulo da orelha e distribuiu beijos pela bochecha até a boca. Nem sabia como ele tinha conseguido se deitar sobre ela, estava bom de mais para pensar nestas coisas.. Desceu as mãos pelos braços de Joe e as guiou até a cintura, já podia o sentir cutucando a coxa. O cobriu com a mão e o apertou ainda sobre a box, Joe gemeu entre o beijo e guiou a mão até a dela fazendo-a aperta-lo mais vezes. - Não faz isso.. - Gemeu nos lábios dela quando Demi se deitou sobre ele e pressionou as intimidades. Levou as mãos até a barra da camisa e começou a levanta-la enquanto beijava os lábios dela ferozmente.
   - Eu tiro. - Sussurrou totalmente ofegante. Joe se sentou de modo que as costas ficassem coladas ao travesseiro e as pernas esticadas. Demi ficara sentada com o corpo dele entre as pernas. Levou as mãos até a barra da camisa e a puxou para cima jogando-a no chão. Joe apertou as pálpebras com força e depois as abriu. Ofegou ao vê-la. Levou as mãos até a cintura de Demetria e a puxou para um beijo urgente.
   - Eu te amo. - Sussurrou nos lábios dela, sustentava o olhar apaixonado de Demetria enquanto deslizava as mãos pelo corpo dela. Demi sorriu ao escutar aquelas três palavrinhas mágicas e o beijou ternamente, acariciando os cabelos e colando os corpos.
A cada beijo aquelas caricias se intensificavam, Joe deslizava as mãos pelo corpo dela fazendo-a aquecer por dentro. Demi se sentia tão amada nos braços dele, era como se nada mais faltasse em sua vida. Fechou os olhos e respirou fundo enquanto sentia a ponta dos dedos deslizarem pelos seios como se os desenhasse, a respiração quente se aproximou e o coração acelerou. Sentiu a língua quente envolver o mamilo e arrepiou-se bruscamente. Ele o beijava com tanto carinho, deslizando a língua por toda a extensão do seio. Abriu os olhos e encontrou os olhos amarronzados brilhando de paixão, distribuiu beijos no outro seio sustentando o olhar dela enquanto brincava com o mamilo entre os dedos. Distribuiu beijos quentes pelo tórax de Demi e os subiu pelo pescoço até encontrar os lábios dela os selando aos dele em um beijo ardente. Aos poucos ele foi a deitando, brincando com os mamilos os apertando levemente com os dedos e descendo as mãos pelas costas e as pernas dela. 
   - Sempre molhadinha bebê. - Joe tinha afastado a box que Demi vestia para o lado e a tocou movimentando a ponta dos dedos na entrada dela. Deslizou a peça lentamente pelas pernas dela aproveitando para lhes acariciar as coxas, não desviavam o olhar por nada. Demi fechou os olhos respirando fundo quando o viu.. Completamente duro pronto para preenchê-la. - Duro por você. - Joe distribuiu beijos pelos lábios de Demi enquanto pressionava a glande contra o clitóris dela. Mal tinham começado e ela já sentia que estava quase lá, estava tão excitada que as contrações no útero a deixava completamente louca de prazer. - As pernas.. - Gemeu por conta do contato provocante com o corpo dela. Demi envolveu as pernas às coxas de Joe, já que ele estava de joelhos, e o esperou ansiosamente fundir-se a ela. Entrelaçou os dedos aos dela e deitou-se sobre a garota, fechou os olhos e beijou os lábios dela. Aquele beijo era quase doce, cheio de amor e carinho. Foi a tomando para si lentamente tendo, mais uma vez, a certeza que o lugar dele era com ela.

...

   - Eu gosto desse silêncio. - Demi estava deitada ao lado dele, enrolada em um lençol branco brincando com os poucos pelos do peito dele, estava calada, mas o pequeno sorriso nos lábios dela mostrava que tudo estava perfeitamente bem. - Ok, o gato comeu a sua língua. - Demi deu-lhes um tapa no peito e riu. Preferia o silêncio, ficar aninhada a ele e dormir serenamente em seus braços.
   - Se você gosta porque insiste em quebrá-lo? - Demi deitou-se sobre ele e começou a beijar o peito nu, mordiscou o ombro e beijou toda a região do pescoço dele.
   - Você gosta de me provocar. - Demi nada respondeu, selou os lábios aos dele violentamente enquanto seus dedos brincava com os cabelos de Joe. - Menina malvada. - Demi cravou as unhas nos ombro largos e mordeu-lhes o lábio inferior o prendendo com os dentes.
   - Eu não sou malvada. - Depositou um selinho demorado nos lábios dele e deitou-se aninhada a ele. - Estou com sono. - Sussurrou contra o pescoço dele.
   - É claro que está. - Joe os cobriu com a coberta e a envolveu com os braços possessivamente. - Dorme bebê, amanhã será um dia cansativo. - Foram as últimas palavras que ela escutou antes de adormecer nos braços dele sentindo a caricia nos cabelos e as batidas do coração.

Continua... Oi! Como vocês estão? To bem... Espero que gostem do capítulo, não é o hot dos hots, mas é hot né? jdiajd Até eu gostei.. Então ta, beijos garotas! 

GOSTOSA, QUE NÃO SEJA MONTAGEM!

10 comentários:

  1. Ahhh ameei
    Awwnnnn q fofo os Jonas com o Dan oh gosh *-*
    hoooottt <3
    E essa foto er montagem msm, poq as tatoos dos passaros e da cruz sao na direita e na foto ta na esquerda, mais vc postou so essa, mas, tem as outras q mostram..
    Posta Logo
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAh! Obrigado! Eu acho que é verdadeira, se você pegar aquela foto que ela está agarrada ao travesseiro e jogar o efeito de espelho dela as tatuagens vão inverter, eu fiz isso. E da para perceber pelo lado da franja dela, a Demi joga a franja do lado esquerdo para o direito assim: http://4.bp.blogspot.com/-BdujKFLGb-I/U0L3ERU975I/AAAAAAAABrU/OMG8o9XR8ZQ/s1600/demi-lovato-nua-02501512.jpg (link da imagem) Acho que é verdadeira, sei lá, kkk
      Beijos

      Excluir
  2. nossa a demi deve ta puta por essas fotos terem vazado
    mas eu fiquei foi feliz kkkk mulher goxtosa
    capitulo perfeito
    a demi vai pro the x factor na fic ?
    enfim posta logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKK Eu também quero mais, rçrçrçr, ela é muito gostosa hehe
      Obrigado! É surpresa..
      Beijos

      Excluir
  3. aaaaaa eu sou apaixonada pelos seus hots <3 <3 <3 <3 <3 <3
    como sempre divaaaa
    posta logooo
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, eles não estão como antes </3
      Beijos!

      Excluir
  4. Eu adorei esse capítulo, quero mais ficou muito lindo fofo xoxo
    Fabíola Barboza

    ResponderExcluir
  5. tão fofo *---* me apaixono mais por sua fic a cada capitulo
    posta mais e não demora viu???
    tbm iria perguntar a mesma coisa que a Stella perguntou... a Demi vai pro the x factor??? seria bem legal!!
    super ansiosa para Dan crescer mais um pouco e começar a dar os primeiros passinhos, falar as primeiras palavrinhas *----*
    já disse que eu sou apaixonada por Dan?? <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, sobre a Demi ir para o X Factor, eu ainda não posso falar..
      Ele vai crescer logo, logo! Beijos

      Excluir