17.8.14

Capítulo 11

   - Toc, toc. - Demi observava o vai e vem das ondas no fim da tarde, o por do sol da califórnia era incomparável. Só Deus sabia o quão chateada ela estava. Joe estragara tudo. - Posso me sentar com você? - Daniel perguntou com certo receio, a mãe parecia tão concentrada fitando o mar. Sem obter resposta, Dan sentou-se colado a ela. - Está tudo bem? - Daniel sabia que a resposta era não. Quando era mais cedo, antes do almoço Lizzie voltara para casa junto com Eric, e Joe simplesmente trancou-se no quarto sem dar um sinal sequer de vida.
   - Dan, eu sou uma boa mãe? - Perguntou sem olhá-lo.
   - A melhor que existe. - Daniel entrelaçou os dedos aos dela fazendo-a olhá-lo. - Às vezes você me surpreende. São tantas coisas, tantos shows, tantas entrevistas, e no final do dia, não importa onde e o quão cansada você esteja, você sempre está presente. Quando está longe, liga e ainda pergunta como foi o nosso dia. E quando está perto cuida da casa, cozinha e ainda acha um tempinho para brincar conosco. - Meio atrapalhada, Demi sentou-se entre as pernas do garoto e ele a abraçou com força. - Você é a melhor mãe do mundo, e eu te amo muito. - Disse beijando-a no rosto.
   - Não me faça chorar. - Demi afundou o rosto no pescoço de Dan já deixando a primeira lágrima rolar pelo rosto.
   - Eu não estou mentindo, você é a melhor. - Fixando os olhos no mar, Daniel deslizou as mãos pelos cabelos da mãe acariciando-a. - Eu não gosto quando você está triste. - Disse. - O papai é muito teimoso, e seja lá o que ele disse, não dê importância, você é maravilhosa. - Olhando para o lado, Dan viu a irmã se aproximar.
   - Mãe. - Lizzie a chamou. Ela estava se sentindo tão culpada. Os pais estavam brigados e a culpa era toda dela. - Não chora. - Sentando-se ao lado de Dan, Lizzie a abraçou de lado de um jeito muito estranho.
   - Eu amo vocês. - Murmurou Demi sendo abraçada pelos filhos.
   - Vamos conversar, eu não sou muito fã dessa coisa de chorar. - Reclamou Daniel. Ele apostara que em questão de segundos Lizzie e Demi estariam chorando abraçadas, era sempre assim.
   - Insensível. - Elizabeth o empurrou e ele revirou os olhos.
   - Por que vocês estão chorando? Chorar é tão inexplicável. - Dan nunca sabia como agir quando uma mulher começava a chorar agarrado a ele. Era tão sem lógica, e se ele dizia alguma coisa, qualquer coisa que fosse ele sempre era esbofeteado.
   - Tudo para vocês, homens, é inexplicável. - Murmurou Elizabeth. - Coisa que futebol tem alguma explicação lógica. - Daniel olhou para a irmã fuzilando-a com os olhos.
   - Se você não entende arte, eu não posso fazer nada. - Percebendo que a guerra começara, Demi sentou-se entre os dois. Era a única forma que encontrara para que eles não pudessem brigar fisicamente como sempre acontecia.
   - Quieto Dan, preciso de um ombro largo. - Murmurou Demi e Daniel lembrou-se do dia do estádio quando pirraçara Lizzie. - Eric foi para casa? - Perguntou Demi olhando a menina.
   - Ele pediu desculpas por não se despedir, mas disse que vai mandar flores. - Daniel revirou os olhos quando a mãe e Lizzie tiveram aquele tipico surto de garotas. - Eu só queria conversar com o papai, mas ele ainda está trancado no quarto. - Daniel cerrou os olhos quando a irmã o olhou esperançosamente.
   - Não olhe para mim. Eu estou fora disso e não gosto desse cara. - Demi o olhou junto que Lizzie, e elas fizeram caretas. Tal mãe, tal filha.. - E o papai tem razão, você é uma pirralha e já quer namorar. - Disse de cara feia.
   - Daniel! - Demi o repreendeu. - Aliás, qual é o problema com a ideia da sua irmã namorar? Você namora, por que ela não pode? - Lizzie arqueou as sobrancelhas e abraçou a mãe de lado.
   - E se ele partir o coração dela? Elizabeth já é chata naturalmente, com o coração partido seria impossível conviver com essa pirralha. - Lizzie jogou-se nos braços do irmão e o beijou no rosto. Talvez ele não queria que ela namorasse porque ele ficaria sozinho.. Mas Dan era orgulhoso demais para admitir.
   - Você está preocupado comigo menino patinho? Que fofo. - Beijando-o novamente na bochecha, Lizzie sorriu para a mãe.
   - Muito bem, menininho da mamãe. - Demi o beijou na bochecha.
   - Parem com isso. - Daniel empurrou a irmã para o colo da mãe e fez careta. - Vocês duas são grudentas demais. - Murmurou se levantando.
   - Deixe bolo de chocolate para mim. - Lizzie gritou conforme Dan se afastava. - Ele vai comer todo o bolo. - Suspirou frustrada.
   - Deixe-o, ele adora chocolate. - Daniel vivia um senhor romance com o chocolate desde que era bebê. Tudo começou quando Miley ofereceu um simples tabletinho para Dan, e a paixão pelo chocolate seguia firme e forte. - A senhorita tem muitas coisas para me contar. - Demi correu os dedos pela barriga da menina fazendo-a rir.
   - Mãe! - Elizabeth chegara ficar vermelha de vergonha. - Ele é maravilhoso. - Lizzie deitou-se entre as pernas da mãe e escondeu o rosto no corpo da mesma.
   - E? Só não entre em muitos detalhes. - Demi adorava a relação que tinha com os filhos. Acreditara ela que muitas mães jamais conversariam sobre namoro com seus filhos, mas ela era diferente e gostava de participar da vida dos filhos e tê-los também como amigos. Era muito bom compartilhar algum segredo, fazer parte de alguma brincadeira. Com ela não tinha aquela coisa de mãe careta e anti-social. Claro, tinha coisas que eles tinham que estabelecer limites..
   - Nós caminhamos pela praia, fizemos nosso piquenique debaixo de uma árvore e namoramos um pouquinho. - Lizzie encolheu-se com o olhar da mãe e corou bruscamente quando a mesma gargalhou.
   - Ele beija bem? - Perguntou rindo. Lizzie sentia o rosto pegar fogo e mal conseguiu olhar para a mãe de tão vergonhada que estava. - Vamos me diga. - Demi correu os dedos pela barriga da menina e Lizzie gargalhou. - Conte para a mamãe bebê. - Demi gargalhou junto com Lizzie quando a mesma a atacou com cócegas. As duas rolavam na areia gargalhando.
   - Beija! Ele beija muito bem. - Lizzie arrumou os cabelos e sorriu ainda ofegante. Demi com certeza era a mãe mais divertida que existia no mundo.
   - Hum.. Eu sabia sua danadinha. - Demi e Lizzie prendiam os cabelos em um coque, até nisso eram identificas. - Eu estou tão feliz por vocês. - Depois de finalmente prender o cabelo, Demi abraçou a menina sorrindo de orelha a orelha.
   - E eu estou feliz por você me apoiar. - Lizzie pôs uma mecha teimosa do cabelo da mãe para trás da orelha e sorriu. - Mas eu não queria que você brigasse com o papai. - Demi fixou os olhos nos da menina por uma fração de segundos, e logo desviou o olhar para o mar. - Eu estou me sentindo muito mal. - Disse com pesar.
   - Não se sinta. - Demi dobrou as pernas e apoiou o queixo no joelho abraçando-se. - Eu só estou cansada dessa coisa estúpida de ciúme. - Era mais que cansaço.. O tal ciúme era desgastante, era insuportável. - Vamos entrar? As meninas devem estar curiosas para saber sobre o seu encontro. - Demi preferia guardar aquele sentimento apenas para si. Não queria que os pontos baixos do seu relacionamento com Joe fossem expostos a Lizzie. Uma vez quando era pequena sofrera com a época difícil do relacionamento dos pais, e não iria fazer o mesmo com Lizzie.
   - Vocês vão ficar bem? - Perguntou enquanto a ajudava a se levantar e Demi apenas assentiu.
   - Está com fome? Eu posso cozinhar para você. - Disse enquanto caminhavam pela praia indo para casa.
   - Acho que preciso de um banho, alguém me sujou de areia. - Demi riu e abraçou a menina de lado. - Você vai falar com o papai? - Respirando fundo, Demi apenas assentiu. De qualquer forma ela teria que falar com ele.
   - Então eu cozinho para você depois, tudo bem? - Demi arregalou os olhos e quase foi ao chão assim que esbarrou em Dan. - Daniel! - Repreendeu-o.
   - Desculpe, estou atrás de Bryan. - Beijando a bochecha da mãe, Dan apressou o passo.
   - Daniel está aprontando. - Murmurou Elizabeth, ela conhecia muito bem aquele menino..
   - Ele sempre está. - Demi arregalou os olhos e corou ao ver Miley e Nick aos beijos no sofá.
   - Vocês ai! - Kevin acabara de chegar assim como Lizzie e Demi, e os acertou com uma almofada antes caída no chão. - Vão para o quarto. - Disse os acertando novamente e Miley encolheu-se no peito de Nick.
   - Que música estranha. - Murmurou Lizzie, e assim que Demi olhou para a sala, os pais dançavam uma música lenta juntos.
   - Oh meu Deus. - Demi gargalhou e puxou a menina para que elas subissem as escadas. - Essa casa está uma loucura. - Disse rindo. - E nós estamos sujas de areia. - Demi sabia que se ela não se livrasse de toda aquela areia espalhada pelo corpo, daqui a minutos estaria cor de rosa de tanto coçar-se.
   - Boa sorte. - Lizzie a beijou na bochecha e adentrou o quarto. Demi respirou fundo, caminhou lentamente sem vontade alguma de estar com Joe. Aquilo era tão estranho.. Ela sempre queria estar nos braços dele, mas agora estava tão chateada com toda a palhaçada que ele fizera que não queria vê-lo por bons dias. Infelizmente ela chegou a penúltima porta do segundo andar. Uma batida, duas batidas e então ela o chamou. Segundos mais tarde houve o barulho da porta sendo destrancada e logo a porta estava aberta. Demi o olhou sem muita vontade. Os cabelos úmidos e arrepiados, creme de barbear no rosto, o peito largo e moreno muito molhado e uma toalha preta envolvia a cintura.
   - Preciso me barbear. - Demi nada disse, apenas adentrou o quarto.
   - Você está usando o banheiro? - Demi revirou os olhos, se ele estava se barbeando, obviamente estava no banheiro. Por Deus! Ela já estava começando a se coçar. - Preciso tomar banho. - Disse o olhando.
   - Você pode usar o chuveiro e eu fico com a pia. - Demi ignorou a piscadela dele e caminhou ferozmente para o banheiro. - Quer caminhar na praia? - Perguntou enquanto a espiava pelo espelho despir-se.
   - Não. - Demi chutou as roupas para o canto da parede e ignorou o olhar de Joe sobre ela. A água morna da ducha caindo pelo corpo era excitante, fechando os olhos, Demi ensaboou o corpo adorando livrar-se de toda areia.
   - Pensei que você gostaria de caminhar comigo na praia. Seria ótimo. - Abrindo os olhos, Demi tivera vontade de gargalhar ironicamente. Joe estava a poucos centímetros dela completamente nu e barbeado.  
   - Não mesmo. - Disse pondo-se na ponta dos pés para pegar o frasco de shampoo, mas antes que ela pudesse alcançá-lo, Joe o pegou com facilidade por ser mais alto que ela, e derramando uma pequena porção na palma da mão esquerda, o derramou em seus cabelos loiros surpreendendo-a. Não, ela não queria que ele a banhasse. Não agora que estavam brigados.. - Eu posso fazer isso. - Murmurou quando ele pegou a esponja, encharcou-a com o sabão de cheiro de frutas e começou a esfregá-la como se estivesse acariciando-a.
   - Eu gosto de cuidar de você. - Disse ainda ensaboando-a.
   - Acontece que eu não sou uma criança que precisa de cuidados. - Tomando a esponja da mão dele, Demi continuou a se banhar ignorando a presença masculina intimidante de Joe.
   - Demi, você vai ficar chateada comigo até quando? - Perguntou não aguentando mais o silêncio insuportável e a carranca de Demetria.
   - Até quando você deixar de ser um imbecil. - Arregalando os olhos e dando um passo para trás, Joe ergueu as mãos em gesto de inocência. - Você tem noção da merda toda que está fazendo? Eu, Lizzie e Eric ficamos te esperando a tarde inteirinha e você simplesmente se trancou no quarto. - Esbravejou. - Quanta maturidade. - Ironizou. - Fugindo dos problemas Joseph? Eu esperava mais de você. - Demi cerrou os olhos quando ele se aproximou mais imprensando-a contra a parede.
   - Eu vou conversar com Lizzie. - Disse com os olhos fixos aos dela. - Eu só preciso de um tempo para colocar as coisas no lugar. - Demi fechou os olhos ao sentir a mão dele acariciar a maçã do rosto em movimentos circulares, o corpo dele já colado ao dela.
   - Joseph, para. - Nadando contra a maré, Demi juntou forças e o empurrou. Não iria deixar-se vencer tão fácil.
   - Olha nos meus olhos e diz que não me quer. - A voz rouca soou contra o ouvido e Demi respirou fundo. As mãos de Joe puxaram-a pela cintura e Demi envolveu o pescoço dele com os braços. Entreabrindo as pernas dela com a dele, Joe curvou-se e a beijou lentamente. - Demi, por favor. - Disse assim que ela o empurrou. 
   - Eu estou cansada dos seus joguinhos de sedução, se você quiser o meu perdão terá que batalhar por ele. - Alcançando a toalha na ponta dos pés, Demi enrolou-se e saiu do banheiro às pressas. Não iria se render assim tão fácil.

Continua... Oi! Aqui estou eu, postando para vocês :D Bem, eu não posso fazer maratona, não agora.. Tipo, eu não tenho capítulos prontos, só estou postando com "frequência" porque estou me dedicando a escrever, mas maratona no momento fica complicado porque tenho que trabalhar bastante as minhas ideias para alcançar as metas do história, ok? Mas não percam as esperanças... Haha! O que vocês acham? A Demi está certa, está exagerando? É drama? Eu acho que ela tem razão.. Se vocês analisarem todas as temporadas direitinho vão perceber que o Joe pega pesado no ciúme. E a Lizzie? Acham que o Joe vai aceitar o namoro..? E o que o Dan está aprontando? Beijos, obrigada pelos comentários e comentem maais bitches!!
Esse gif <3 

10 comentários:

  1. Demi Bravinha hahahhaha acho que ela está certissima, Joe sempre tenta convencer beijando ela e tal kkkk. amei o capítulo, continua...

    ResponderExcluir
  2. Eita porra
    Joseph vc esta fudidoo kkkkkk
    Sinceramente tomara q a Demi entre em greve de sexo, ta q ele esta com ciumes da Lizzie e tals mais gente pra q tudo isso??
    Awnnn q fofoo ♥♥♥♥ eu ameei o Dan e um amorzinho ♥♥ conheco ele desde bebe com licença kkkkk Lizzie tbm quero apertar ela mds ♥♥
    O Eric e um fofo, Joe tem q deixar eles namorarem
    Joe ta mt ciumento, Demi acaba com o barato dele, daqui a pouco ta tendo porradeiro da Demi batendo nele kkkkkk
    Eu ameeii ta simplesmente perfeeitoo ♥♥
    Posta Logo
    Xoxo

    ResponderExcluir
  3. Nao faço ideia o que o Dan ta aprontando, demi ta certa e acho que essa treta ainda vai rolar e que lizzie vai ficar com eric.Ta perfeito ♥

    ResponderExcluir
  4. Hehe...verdade joe e muito ciumento...mais e fofo...eu gosto quando ele tem um ciumezinho kkk.... joe seduzindo a demi foi demais u.u
    To adorando a treta kkk....
    Posta logooo viu diva *--*
    Beijosss <3

    ResponderExcluir
  5. acho que o Dan está aprontando algo para ajudar na reconciliação dos pais, sim o ciumes do Joe é algo chato e tudo mais e ao mesmo tempo fofo, Demezinha poderia dar um desconto... Acho que ele vai conversar com Lizzie e mesmo nao aceitando vão entrar em um meio termo legal para os dois.. E voltando para Dan, ele poderia está ajudando Joe em algo bem romantico para Demi, pq Joe sempre quer se redimir atraves do sexo, ele poderia fazer uma música para ela, ou cantar!!Kkkkkkk estou viajando demais eu sei.. até mais
    Samantha, xoxo

    ResponderExcluir
  6. Ou o dan vai passar um pano pra lizzie ou vai zuar o namoro da menina.
    Joe é um chato, se eu fosse a Demi atiçava e deixava ele querendo....... Demi tb faz um drama ne? Kkkkkk mas ta maravilhoso e pfvr n demore a postar bjs

    ResponderExcluir
  7. eu acho que a demi ta certa,o joe esta exagerando nesse ciumes,ele ainda não percebeu que pode acaba perdendo a demi por causa disso,eu acho que ele tem que aceitar o pai da demi aceitou,e ó que ele nem sabe o que o casal fazia em hahahaha. Sua historia esta cada vez melhor,você é um gênio.

    ResponderExcluir
  8. momento Dan, Demi e Lizzie foi a coisa mais fofa *---* estou chorando de emoção askjdgkasjdgsad
    eu sabia que o Dan ia ficar com ciúmes da Lizzie, sempre é assim, irmãos sempre tem ciúmes das irmãs quando arranjam namorados kasjgdkjasgdk quero ver quando o Joe irá tomar vergonha na cara e parar de ser covarde e falar com o Eric, ele tem que aceitar que a Lizzie não é mais criança, é melhor ele liberar, do que ser escondido...
    Demi vai acabar fazendo greve de sexo, já to vendo, Joe se ferrou kkkkkk
    Posta o mais rápido que vc poder, eu estou amando, esta perfeita, como sempre... <3
    Beijooos!

    ResponderExcluir
  9. Joe o sedutor morri com essa parte kkk ai o Dan mt fofo cheio e mimos o momento mae e filha mt cute..... Posta logo xoxo mel

    ResponderExcluir