6.2.14

Capítulo 3 - Volta

Era Domingo, o dia mais chato da semana. MTV, TNT, Disney, Animal Planet, nada! Joe trocava de canal aleatoriamente. Não tinha nada de interessante para ele assistir, ou melhor, não tinha nada para ele fazer. Há não ser malhar. Os cabelos estavam grandes e a barba também. Ele mais parecia um zumbi cabeludo dentro daquela enorme casa sozinho. Joe levantou-se do sofá da sala e caminhou até a estante para procurar algum jogo de vídeo game, aquela era a rotina dele há um mês sem Demi. O som do interfone o fez bufar de raiva, quem diabos seria as oito da manha?

  - Droga. – Murmurou o rapaz enquanto desligava o telefone. Tudo que ele mais precisava agora era de Nicholas para atormenta-lo, e se o irmão estivesse com Miley seria duas vezes pior. Joe fechou os olhos quando os raios de sol praticamente o cegou. Há quanto tempo ele não tomava um pouco de sol?

  - Quem é você? – Oh! As piadas já começaram. Miley o olhou de cima a baixo franzindo o cenho. Apenas de cueca samba canção, descalço e peludo. Coitada da Demi, pensou Miley.

  - Quem é você? – Ironizou Joe imitando Miley que apenas revirou os olhos azuis.

  - Sem brigas! – Interrompeu Nicholas no estilo “playboy” que adotara recentemente. – Podemos entrar? – Perguntou o rapaz enquanto tirava os óculos escuros e os punha na camisa vermelha gola polo.

  - Se eu não for atacado. – Joe sorriu ironicamente para Miley que apenas mostrou o dedo do meio.

  - Miley.. – Nicholas a repreendeu e sorriu para Joe. – Ela vai se comportar. – Disse o rapaz sorrindo amarelo. Até que a casa não estava tão tensa, estava arrumada. Sem farelos ou qualquer besteira que Nick sabia que Joe adorava.

  - O que fazem aqui? – Perguntou Joe coçando a nuca.

  - Bem, desde que voltou da lua de mel você não sai de casa.. – Nick parecia escolher bem as palavras já que Joe fechara a cara. – Então, pensei que gostaria de passar um dia conosco. Mama mandou te buscar. Nós vamos jogar futebol como nos velhos tempos e assar carne. – Nick ergueu as sobrancelhas como se estivesse esperando uma resposta positiva vinda de Joe.

  - Está certo. – Joe coçou o peito e os olhou. – Apareço lá mais tarde. – Disse o rapaz enquanto se sentava na poltrona.

  - Joe, você não pode viver assim. É tão dramático. – Disse Miley sem jeito. – Daqui uns dias Demi está de volta, e olha para você? Parece um urso peludo. E se ela resolvesse fazer uma surpresa?  – Disparou Miley.

  - Tudo bem, tenho que concordar com você. Vou me arrumar e mais tarde apareço lá. Tudo bem? – Joe forçou um sorriso tímido pensando em Demi, ele estava louco de saudades. Eles se falavam todos os dias por telefone e trocavam mensagens.

  - Por favor, apareça sem pelos. – Disse Nick rindo. – Até mais tarde Bro. – Nick fez um toque de mãos com Joe e Miley beijou a bochecha do mesmo.

Depois que Nick e Miley foram embora Joe tratou de subir as escadas até o quarto preguiçosamente, o rapaz apanhou três mudas de roupas limpas e as pôs em cima da cama. Era a hora dele se livrar daquela barba e finalmente cortar os cabelos que já caiam na testa. Depois do banho Joe vestiu uma roupa esportiva e apanhou as chaves do carro. Agora ele precisa cortar os cabelos.
...

Era a terceira vez que Joe vira a mãe no ano. Primeira fora quando ele chorou nos braços dela. Segunda foi quando ele passou a virada de ano com ela e Demi no telefone. E a terceira agora enquanto ela o envolvia em um abraço apertado.

  - Estou tão feliz que você veio. – Denise sorriu para o filho e tornou a abraça-lo. – Você está tomando bombas Joseph? Está muito forte. – Todos riram da careta que Joe fizera. Ele estava definitivamente forte até porque passava o dia todo se exercitando.

  - Sem bomba Mama. – Disse o rapaz rindo. Pelo jeito o dia seria animado. A casa estava cheia e até os pais de Demi estavam lá com Anne que insistia em ficar nos braços do marido da irmã.

  - Ela está tão grande. – Comentou Joe sorrindo para a pequenina que lhe agarrava o dedo indicador.

  - E danada, não para um segundo. – Dianna sentou-se ao lado de Joe e beijou a testa do mesmo. – Como você está? – Perguntou ela o olhando ternamente.

  - Estou bem. Apenas muito sozinho naquela casa grande. – Disse o rapaz suspirando. Mesmo conversando praticamente o dia inteiro com Demi pelo telefone, Joe sentia muita falta dela, não era a mesma coisa por telefone.. Obvio que não! Às vezes ouvir a voz dela só fazia com que ele piorasse.

  - Daqui uns dias Demetria está de volta. Falta apenas um mês. – Dianna sorriu o encorajando.

...

O sol estava terrivelmente quente naquela tarde. De um lado estava os rapazes com camisa representando o time de Kevin e do outro lado estava os rapazes sem camisa representando o time de Nick. Joe corria atrás da bola de futebol que rolava pela grama molhada. Ele estava no time de Nick e consequentemente sem camisa. Mais parecia um deus grego moreno e sarado arrancando suspiros das garotas histéricas.

  - Passa a bola Jonas! – Gritou Wilmer na lateral, sim Wilmer! Ele era amigo dos meninos.. Joe mandou a bola para o “amigo” e ficou na posição para fazer o gol. Eles gritaram, era a terceira vitoria do time deles. Nick, Joe e Wilmer se abraçavam e gritavam pela vitoria. Eles mais pareciam loucos comemorando.

O dia estava sendo divertido demais. Joe estava mais animado e tinha esquecido Demi por algumas horas enquanto se divertia com os amigos, mas às vezes ele se lembrava dela quando Kevin beijava Dani ou quando Nick e Miley gritavam que nem loucos. Estava com saudades, muitas saudades de sentir o cheiro dela e de como ela gargalhava ou dizia que o amava. Joe caminhou até a arquibancada que cercava o campo e pegou uma toalha dentro da mochila. Estava cansado e suado.

  - Joe, seu telefone estava tocando. – Disse Dani quando ele se sentou perto dela. Quem seria? Joe franziu o cenho e pegou o Iphone. Cinco chamas perdidas. Demi!

  - É a Demi. – Disse o rapaz sorrindo para o telefone.

  - Depois você liga. Está suado, vamos tomar banho. – Nick bateu a toalha nas costas de Joe e saiu correndo até o vestuário seguido por Joe.
...

  - Joseph, é melhor você largar este celular e começar a comer. Sua comida vai esfriar filho. – Paul observava Joe há certo tempo, estavam na mesa almoçando as três, quase quatro, da tarde. Joe parecia ter ganhado na loteria, ele sorria enquanto conversava no telefone.

  - Estou a caminho. – Joe desligou o telefone e se levantou da mesa. Ele ainda sorria e cantarolava. – Demi está me esperando no aeroporto, vou busca-la. – Disse o rapaz sorrindo para as paredes e saindo antes mesmo que alguém pudesse falar alguma coisa.

Oh! Aquele dia era o melhor de todos. Joe não parava de sorrir enquanto dirigia até o aeroporto de LA. Ela finalmente estava de volta. Aqueles flashes iram cega-lo! A multidão o esperava. Eram fãs, paparazzi e seguranças. Joe entregou a chave do carro para o manobrista e acenou para os fãs, ele até distribuiu autógrafos e tirou fotos. Ele simplesmente sorria, estava feliz demais. Joe caminhou apressadamente até a área de desembarque. Tinha tantas pessoas ali, ele olhava para todos os lados a procura de Demi, ela parecia ter sumido naquela multidão. Joe sorriu ao sentir braços o envolver delicadamente por trás. Ele soube que era ela quando viu a aliança de casamento brilhar.

  - Eu senti tanta sua falta. – Disse Demetria quando Joe se virou para olha-la. Joe não iria reconhecê-la naquela multidão, pois Demi usava uma enorme blusa preta de capuz. A única coisa que ele pudera notar era que Demi continuara com a pele bastante alva, o que queria dizer que ela não fizera nenhum bronzeamento como costumava, e os cabelos estavam escuros. Quase pretos. E os lábios avermelhados.

  - Eu também meu amor. –Joe fitava aqueles olhos castanhos que ele mais amava. Tudo que ele queria fazer agora era beija-la, mas sabia que não deveria. Joe apenas a puxou para um abraço apertado.

  - Está mais forte. – Demi podia sentir a rigidez dos músculos dele enquanto ele praticamente a esmagava com os braços. Os seios doíam... – Oh Joseph, eu senti tanta sua falta. – Demi o abraçou pela nuca e repousou a cabeça no peito dele enquanto ele a abraçava fortemente adorando aquilo.

  - Eu quero tanto beija-la. – Sussurrou Joe no ouvido de Demi. – Mas todos estão nos olhando. – Joe sorriu quando Demi o olhou. Ela estava corada.

  - Então? Vamos? – Demi pôs-se cabisbaixo e Joe sorriu sabendo que ela também estava sorrindo.

  - Vamos. – Joe entrelaçou os dedos aos dela e eles saíram caminhando chamando a atenção de praticamente todos do aeroporto, os paparazzi não os deixava em paz e os fãs gritavam, Demi até tirou fotos e distribuiu autógrafos para alguns .

  - Quer ir para casa? Ou prefere ir para casa dos meus pais? Estamos assando carne. – Disse Joe enquanto dava partida no carro. O local estava simplesmente cheio!

  - Carne assada? – Os olhos de Demi brilharam.

  - Não gosta? – Perguntou Joe estranhando a reação dela.

  - Claro. – Demi apenas sorriu e acomodou-se no banco do carro. O resto do caminho até a casa dos Jonas foi totalmente silencioso, Demi cochilava agarrada ao inseparável travesseiro enquanto Joe dirigia, ela deveria está cansada, pensou o rapaz.

  - Demi, nós chegamos. – Joe estacionou o carro e olhou para ela. Estava dormindo! – Demi? – Joe a sacudiu de leve. – Nós chegamos. – Disse quando ela abriu os olhos e o encarou como se fosse mata-lo.

  - O que foi? – Perguntou o rapaz cautelosamente.

  - Nada, eu só estou cansada. – Demi forçou um sorriso e deu um selinho nos lábios dele e saiu do carro o deixando confuso.

  - Ela vai me enlouquecer. – Disse Joe para si mesmo enquanto saia do carro. – Demi! Espera. – Joe correu até ela que o olhava sorrindo. – Você está me devendo um beijo. – Disse o rapaz ofegante por conta da corrida até ela.

  - Depois. – Demi apenas roçou os lábios dele, mas não o beijou.

Todos conversavam animadamente na sala. Demi sorriu de orelha a orelha ao ver Anne em pé no colo da mãe. A garotinha parecia não reconhecê-la. Para Anne a irmã tinha cabelos amarronzados e não pretos. Todos direcionaram o olhar para Demetria e para Joe, que por sinal estava mais ofegante do que deveria.. Já Demi sorria para Anne.

  - Boa tarde. – Disse Demi educadamente enquanto caminhava até a bebezinha que a olhava o tempo todo. – Oi bebê. – Demi sorriu para Anne. Os olhos azuis brilharam quando a garotinha escutou a voz da irmã. Anne estendeu os bracinhos para Demi pega-la, ela ria para a irmã e às vezes gritava rindo. – Ela está tão grande. – Demi sentira a diferença do peso de Anne e também a agitação da pequena em seus braços. Antes Anne era mais sonolenta e quieta, agora parecia mais esperta e inquieta.

Aquilo mais parecia um interrogatório. Miley, Dani, Dianna e Denise juntas sem contar a presença de Joe que não desgrudava de Demi por um segundo, Anne estava no colo de Demi e insistia em puxar os cabelos da irmã ou quase enforca-la quando puxava o colar no pescoço de Demetria.

  - Deixe-me pega-la. Ela não vai sossegar enquanto não te deixar careca. – Dianna pegou a pequenina dos braços de Demi e a quietou no colo tentando faze-la dormir.

  - Estou tão cansada. – Comentou Demi bocejando.

  - Deve ter sido a viagem. – Disse Dani e Demi apenas assentiu um pouco tensa.

  - Você não comeu nada, não quer que eu prepare alguma coisa? – Denise sorriu amigavelmente para Demi que apenas sorriu.

  - Não obrigado. Quero ir para casa, esses voos acabam comigo. – Demi sorriu em agradecimento e se levantou. Estava cansada e sonolenta.

  - É melhor nós irmos. – Joe era uma figura no meio daquele tanto de mulher. Ele apenas observava o comportamento feminino e tentava entender aquele mundo diferente do dele. Despediram-se de todos e partiram, Demi tornou a dormir no carro o deixando sozinho.

Joe respirou fundo. Acabara de chegar em casa e Demi dormia profundamente no banco do passageiro. O rapaz a carregou nos braços e deitou-a na cama. Agora seriam as malas que estavam no carro. Quando Joe organizou tudo e voltou para o quarto não encontrou Demi na cama, ela deveria estar no banho pensou o rapaz. Joe se deitou na cama para esperar por ela. Assim que abrira a porta do banheiro Demi deparou-se com Joe a olhando. Ela engoliu seco, apertou a toalha contra o corpo e caminhou até ele, sentou-se na beirada da cama ao lado de Joe e fitou as próprias mãos. Eles precisavam conversar e não tinha como escapar.

  - Eu vou me trocar, nós conversamos depois. – Demi mal olhou para o rapaz, o anel de casamento parecia mais interessante. Ela estava tensa e Joe percebera.  Demi levantou-se da cama sem dizer mais nada e Joe a seguiu com os olhos até o closet. Estavam bem? Parecia que não, depois que chegou de viagem Demi mal o olhou, apenas disse que sentira falta dele, não o beijou e ele tinha a sensação que estava intimidando a esposa. Joe respirou fundo e foi para o banheiro. Talvez fosse apenas coisa da cabeça dele, Demi só estava cansada e precisava descansar.

Quando Joe saiu do banheiro deparou-se com Demi arrumando a cama. Ela vestia apenas uma camisa dele e provavelmente estava usando uma box também. Naquele momento Joe queria abraça-la e fazer amor com ela, como ele queria. Mas não faria. Sabia que Demi precisava descansar e uma noite nos braços dele não ajudaria muito. Os olhares se encontraram e ambos sorriram, mas não se aproximaram, Joe apenas abaixou a cabeça ainda sorrindo, e caminhou até o closet.

Demi estava com os olhos fixos na tela do Iphone, vez ou outra ela sorria. Provavelmente no twitter conversando com os fãs, pensou Joe. O rapaz estava apoiado no batente da porta do closet e apenas a observava. Demi o olhou e sorriu, ela colocou o Iphone sobre o criado-mudo e respirou fundo, caminhou até Joe e o abraçou com força.

  - Está me preocupando pequena. – Joe levou uma mão até a cintura de Demi e a outra até o rosto dela o acariciando. – Demi, por fav.. – Demi não deixou que ele terminasse, apenas selou os lábios aos dele como se precisasse daquele beijo, como se nele encontrasse a confiança e coragem que precisava.

  - Eu preciso dizer uma coisa muito importante. – Demi selou os lábios aos dele por uma última vez e saiu o puxando até a cama. Ambos estavam sentados na cama e Joe olhava para Demi o tempo todo, ela ainda não o olhava, apenas fitava as próprias mãos. Demi respirou fundo e pegou uma das mãos de Joe e levou até a barriga. – Nós vamos ter um bebê. – Foi mais fácil que ela pensara. Demi estava nervosa e com medo da reação dele. Ela sentiu a mão de Joe acariciar a barriga e o olhou, Joe sorria e as lágrimas escorriam pelo rosto.

  - Você está grávida? – Ele perguntou com a voz embriagada de choro. Demi apenas assentiu sentindo o coração apertar.

  - Sim. Eu estou grávida. – Ela finalmente disse o que ele queria escutar, Joe queria ter certeza que o que ela tinha dito era verdade. Ele apenas curvou-se e a beijou. Ambos choravam, estavam felizes demais. Nervosos demais. Era uma mistura estranha de todos os sentimentos juntos. Mas o que tinham em comum era o coração acelerado apenas por um motivo: o amor.

  - Eu te amo. – Joe olhou nos olhos de Demi e ela sorriu. Ele a deitou e a beijou. – Eu te amo muito. – Disse Joe nos lábios dela. Aquele era um dos dias mais felizes da vida de Joe, e tudo graças a Demi. Joe olhou paraela e depois para a barriga dela, ele levou as mãos até a barra da camisa e a puxou deixando a mostra apenas a barriga. As lágrimas escorriam pelo rosto dele o tempo todo e Joe se surpreendeu ao olha-la. Antes era reta e agora estava levemente arredondada e volumosa. Joe a beijou e acariciou. – Papai te ama bebê. – Aquilo foi o suficiente para Demi acabar-se em lágrimas, aliás, grávidas são emotivas. Ele estava feliz, o que a deixara mais feliz ainda. Era um de seus maiores sonhos que tinha se tornado realidade. Estava grávida. Era mãe!


Continua.. Oi :) Baby Jonas! Estou emocionada. Ai cara deve ser tão bom ter um bebê, to blefando.. Finalmente o bebê que vocês tanto pediram! Eu estava pensando, vocês querem que eu escreva a gestação ou preferem que o bebê nasça logo?*** Se caso for a gestação será bem "cômico" e um pouco tenso.. Vocês que sabem.. Aaaah! Algumas pessoas estão pedindo o link da minha primeira fic que eu comentei no selinho.. Gente! Aquilo era/é ridículo e totalmente desorganizado, maaaaaaas, mas como eu sou boazinha posso libera-la aqui no blog, ela está no rascunho rçrçrç Vocês vão rir de mim, é a coisa mais orkutada que existe.. Enfim, obrigado pelos comentários e espero que vocês estejam gostando da fic. Qualquer coisa de errado é só comentar que eu resolvo, beijos. 

Respondendo aos comentários:

Lovatic4ever: Obrigado!! 

Carol Gomes: Obrigado! Esse hot deu trabalho colega, mas fico feliz que tenha gostado. Cabo hot? Será? hehehe.. beijos 

alessandrademi : Obrigado! É, o Joe às vezes, ou quase sempre, é cabeça dura, mas eles se resolvem rápido.. Beijos

Anônimo: Ei! Não morre não colega, kkkkk Beijos 

STELLA MACEDO : Super obrigado! Alegro-me com seu comentário! Beijos 

Mari ;) : Obrigado! O Joe vai sofrer com esses shows da Demi, mas ele também é cantor... A relação deles é forte o suficiente para que eles possam superar esses obstáculos, eles não conseguem ficar separados.. Beijos 

Anônimo: Postado! Beijos  




  

21 comentários:

  1. posta mais por favor nao demore tanto para posta de novo por favor ta

    ResponderExcluir
  2. Escreva a gestação !!! amo a parte de grávidas ^^
    ameeeeeeeeeeeeeeeeei, linda surpresa que ela fez para o Joe =)

    posta logoo
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar, vou escrever a gestação! Demi sempre tão fofa com o Joe, na verdade os dois são fofos <3
      Beijos

      Excluir
  3. A gestaçao pfr, quero ela bem fofa, manhosa, tensa. Dizem que gravidas.tem maior prazer sexual, use isso HAHAHAHA. Serio pfr fas a gestacao,faz a sensivel, e tudo mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demi já é naturalmente manhosa, fofa e "tarada". Eu li que por volta do quarto mês as grávidas têm maior desejo sexual.. ou podem perde-lo também.. no caso da nossa demetria tudo vai depender do Joe.. beijos

      Excluir
  4. A gestação..
    Tipo, a Demi tem que ficar sensivel e com muito apetite sexual!!
    E o Joe n vai poder negar isso a ela né??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Negar? Ele não vai.. mas.. mas.. vai saber né? beijos

      Excluir
  5. Para mim tanto faz vou amar ler de qualquer jeito.... :)
    Sua divaaaa
    Viciada aqui
    Posta logo
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Isso esta tão bom! Estou amando cada vez mais! Eu prefiro a gestação !! Não demore
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que esteja gostando. Postado, beijos

      Excluir
  7. AHHHH SCORR Q LINDO MDS Q LINDO
    AMEEII MDSS PERFEEITO
    AWMN ELA TA GRAVISA ~le eu morta~
    Perfeicao define <333
    Sim sim, escreve a gestacao.. Joe fazendo os desejoso da Demi *-*
    Posta Logo
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Um desejo já se realizou.. hehe, beijos

      Excluir
  8. Amei <3 foi tão fofo a demi contando pro joe
    ta cada vez mais perfeita essa fic
    posta logo q eu to tendo um troço aki kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Não tenha um troço! kkkkk, beijos

      Excluir
  9. faz com a gestacão.
    Perfeito!!
    Posta Looooogoooo!!!!

    ResponderExcluir
  10. perfeito prefiro a gestacao amor posta logo bjs

    ResponderExcluir